sexta-feira, 3 de agosto de 2012

MARABÁ, A CRISE SE GENERALISA: ALUNOS SEM MERENDA E PROFESSORES SEM SALÁRIO

Maurino, o Mau-Mau.
Marabá é, considerando a proporção de habitantes, um dos municípios com maior arrecadação do país. É um município rico com um povo pobre. Mais que isso, é um município que arrecada muito dinheiro e que não tem qualquer infra-estrutura de atendimento à população. Esse quadro já é grave por si só, mas o prefeito Zé Leitão, também conhecido como Maurino Magalhães, ou Mau Mau tem demonstrado, como ninguém tinha conseguido ainda, a forma de piorar tudo.


O orçamento da prefeitura de Marabá para o ano de 2012 chega a quase meio bilhão de reais, e se equacionarmos aos mais de 400 milhões de reais os repasses federais fixos, para a saúde e educação, essa cifra torna-se astronômica. O que pouca gente entende é, como tendo uma arrecadação milionária e ainda havendo os repasses do Governo Federal, o prefeito Mau Mau consegue arrebentar com o sistema de saúde municipal e deixar a educação quebrada num período que, para ele mesmo, é muito importante posto que é candidato à reeleição.

Os professores estão com os vencimentos atrasados, os alunos recebendo merenda escolar racionada porque o município não pode comprar merenda adequada em qualidade e quantidade e, de modo geral, os servidores em cada secretaria têm um rosário de reclamações dado o estado caótico em que se encontra o município.