sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

DETRAN-GO, A INUTILIDADE REIVENTADA



A quem teve a ideia de reformular a página do Detran-GO na internet, meus parabéns. O que era ruim ficou ainda pior.


Como um dos órgãos com a maior a arrecadação no Estado, acredito que seja esse o caso em todos os Estados, os detrans estaduais vêm provando que é possível inovar na exploração do povo tendo como contraprestação serviço cada vez mais desqualificado.


Já pensei que, na era digital, deveríamos fazer muitos mais serviços relacionados a registro e licenciamento de veículo pela Internet, sem a necessidade de horas perdidas nos atendimentos presenciais em agências que, desde a sua estrutura física à humana, são experiências revoltantes.


Apesar do que se poderia fazer, o que realmente funcionava no serviço online eram as consultas e emissões de boleto. Agora, até esse serviço está comprometido.


Com a reformulação da página, cujo critério foi apenas dificultar a vida das pessoas, para se consultar as multas do veículo, por exemplo, é preciso ter o número da placa e do Renavam. Antes bastava digitar o número da placa.


Além disso, anteriormente, as informações eram bem mais claras e simples. Havia um link para “consulta de multa” em que você era encaminhado à consulta. O resultado dessa pesquisa apresentava sobre a forma de relatório de multas ou com a informação de que não havia multas para o veículo consultado. Agora se diz tanta coisa que você não consegue distinguir, com a mesma facilidade, se há ou não multa para o veículo.


Isso tudo prova que o Detran é uma máquina de reinventar a burrice e o desserviço ao povo. Agora é preciso acrescentar, aos muitos adjetivos de pouca qualidade, esse que caracteriza as besteiras que eles fazem.